Games 4Evil! - Tudo sobre games

Novidades, análises, prévias e mais sobre jogos


    [Especial] Os 20 Games mais Violentos do Mundo (1º Edição)

    Compartilhe
    avatar
    xVxXPrinceXxVx


    <b></b> :
    Online
    Offline

    <b>Data de inscrição</b> Data de inscrição : 07/08/2010
    <b>Mensagens</b> Mensagens : 683
    <b>Pontos</b> Pontos : 1048
    <b>Avaliações Positivas</b> Avaliações Positivas : 17
    <b>Frase</b> Frase : רעקאָננעקט

    [Especial] Os 20 Games mais Violentos do Mundo (1º Edição)

    Mensagem por xVxXPrinceXxVx em 3/9/2010, 02:09

    Hello People ;D , venho aqui Trazer meu 2º especial (depois do Especial [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]).

    Esse, ficou meio ''exagerado'' (desculpe-me o jeito de Analisar esses 20 games.)

    Ok, na 1º Edição, só irei mencionar: 10, na proxima irei ''botar'' o Resto.

    Vamos Começar:

    Pac Man

    Analise:

    Para Começar esse ‘’Especialzão’’, levo a voces, um dos clássicos criado por Tohru Iwatani para a empresa Nanco.

    Falando Sério, todos devem se lembrar de uma bolinha Amarela, com uma boca enorme, que devora outras bolinhas pequenas, por um cenário ‘’ala’’ labirinto?.....Estamos falando de Pac Man.

    O objetivo central do game, é que você deve comer todas as ‘’bolinhas’’ do cenário, sem deixar que seus inimigos (Outros Pac-Man, do mal), coma você (no ‘’mal’’ bom sentido), de vez em quando, aparecem ‘’pastilhas’’ especiais, no canto de cada lado, do cenário, que permite, que você cace, em vez de ser caçado (você poderá ‘’comer’’ seus inimigos), com isso, você será imortal por um tempo limitado de tempo.

    Realmente não existe coisa mais violenta do que ‘’comer’’ e ser ‘’comido’’, por isso, dou o 20º lugar especialmente a: Pac Man.

    Momento Wikipedia:

    Em 1980, Toru Iwatani, um designer da Namco, queria inventar um jogo de vídeo diferente dos "shoot-em-ups" (tiro-neles), que se assemelhasse a um desenho-animado.
    A ideia do desenho original ocorreu durante um jantar com amigos, e deve-se a uma pizza sem uma fatia, que fazia lembrar uma boca aberta;[1][2]assim tem origem uma personagem inspirada em Paku, uma personagem popular no Japão conhecido pelo seu apetite. A personagem e jogo tiveram o nome Puck-Man, do termo Japonês paku-paku, que significa a boca de alguém a abrir-se e fechar-se. Em 1980, a Bally comprou os direitos nos Estados Unidos ; o jogo tornou-se famoso no ano seguinte.
    O nome foi alterado para Pac-Man, desencorajando a alteração da letra 'p' por 'f' (um calão na língua inglesa).
    O jogo foi um dos mais populares, sendo o primeiro jogo de vídeo que originou um merchandising massivo, com camisetas, casacos, calças, copos de café, peluches, lençóis, cereais, jogos-de-tabuleiro, livros, toalhas…
    Em 1982 é lançado Ms. Pac-Man, a primeira sequência de Pac-Man, que é um jogo semelhante ao original, no entanto a personagem é feminina (com a boca pintada com batom vermelho), e em vez de um labirinto, existem quatro labirintos diferentes.
    Também é lançado Pac-Man Jr. que mostra ser uma criança usa um boné com uma hélice em cima. (um brinquedo)

    Curiosidades:

    Segundo a lista dos 100 melhores games de todos os tempos feita pelo blog Hydra Jogos. Pac Man está em 19ª Lugar.

    Em um dos episódios da 2ª Temporada da série iCarly aparece um game de arcade baseado em PacMan, o nome do jogo é ``Pac Rat´´.

    Em 2007 Pac Man foi colocado em todos os sites no qual tem a ver com games.

    Muitas pessoas acreditam que Pac Man seja o jogo mais viciante do mundo, mas não é, o mais viciante em questões de games de 1ª Geração é Space Invaders.

    No dia 21 de Maio de 2010, o Google disponibilizou uma versão do jogo no lugar do seu logotipo na sua página inicial.

    Imagens e Vídeos:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Cabela’s Big Game Hunter

    Analise:

    Quer esperimentar a sensação de ser um ‘’Caçador’’ de Animais?, Venha para o Cabela’s Big Game Hunter.

    Não tem nada melhor do que pegar sua Sniper, atirar num animal indefezo, como por exemplo: um Veado......., ou se preferir mais ação, vamos caçar um urso, no meio da floresta, num tem emoção mais incrível do que essa? Haaa \0/ \0/

    Entre muitas Opções de Animais para caça (por exemplo um Simples Pato ), entre eles, javalis e marmotas, você tem varias opções de armas também, e todas, armas de um Caçador de verdade.

    Momento Wikipedia:

    Cabela's Big Game Hunter 2009, conhecido por Cabela's Big Game Hunter nas versões das consolas, e também por vezes Cabela's Big Game Hunter 2009: Legendary Adventures (se bem que é diferente do jogo Cabela's Legendary Adventures) ou ainda outras variantes, é um jogo de simulação de caça com visão em terceira pessoa produzido pela empresa romena Magic Wand Productions. A empresa Activision Value (uma divisão da Activision) foi a responsável pela distribuição do jogo. Cabela's Big Game Hunter 2009 faz parte duma linha de jogos de caça da companhia Cabela's, empresa especializada em venda de armas e outros acessórios de caça para a vida real.

    Jogabilidade

    O jogador assume o papel de caçador, no qual se pode equipar com inúmeras armas de caça, "chamadores" (para chamar animais), abrigos, entre outros. O jogo decorre todo ele na terceira pessoa, excepto no momento em que se faz pontaria, adoptando-se então uma visão em 1º pessoa através da mira.
    O jogador ainda dispõe de "ajudas", tais como o Instinto de Caçador e Modo de Adrenalina.

    Modos de jogo

    O jogo apresenta dois modos de jogo: Carreira e Caça Livre. No modo Carreira, o jogador viaja pelo mundo, caçando os animais descritos nos objectivos, em modo de história. O jogador vai ganhando armas e outros acessórios. Os locais de caça estão distribuidos pelo mundo inteiro, desde a América até à Oceânia, passando pela África. Em Caça Livre o jogador pode caçar, sem história nem objectivos fixos, nos locais já desbloqueados no modo Carreira.

    Peças de caça

    O jogo tem um total de 48 animais, entre os quais 12 são aves e 5 são predadores, o que significa que atacam o jogador, podendo-o até "matar", e caso o jogador perca tem de recomeçar do último chekpoint.
    Animais presentes no jogo Cabela's Big Game Hunter 2009 (agrupados pela respectiva família)
    (Todas as ligações externas ligam à Wikipédia Inglesa, por falta dos artigos na Portuguesa)

    Anatidae
    Bovídeos
    Canídeos
    Cervídeos
    Chinchillidae
    Ganso-alado (em inglês)
    Antílope-salta-rochas
    Chacal (em inglês)
    Alce de Yukon
    Viscacha
    Ganso-do-canadá
    Blackbuck (em inglês)
    Coiote
    Camurça
    Ganso-do-egipto
    Búbalu
    Raposa
    Cariacu
    Pato-do-paraíso (em inglês)
    Búfalo-africano
    Raposa-cinzenta
    Gamo
    Marreca-pardinha
    Búfalo-asiático
    Rena
    Pato-real
    Carneiro-das-Montanhas-Rochosas
    Uapiti
    Carneiro-de-Dall
    Veado-de-Axis (em inglês)
    Cudo
    Veado-mula
    Cob-untuoso
    Impala
    Dik-dik
    Niala
    Gazela-girafa
    Felídeos
    Phasianidae
    Pteroclididae
    Leporidae
    Mustelídeos
    Leão
    Codorniz-azul (em inglês)
    Cortiçol-de-garganta-amarela
    Lebre
    Mustela
    Leopardo
    Faisão-comum (em inglês)
    Zibelina
    Lince
    Perdiz
    Puma
    Perdiz-do-luar (em inglês)
    Tetraz-azul (em inglês)
    Suidae
    Sciuridae
    Ursídeos
    Javali
    Marmota
    Urso-cinzento



    Imagens e Vídeos:


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    Heart of Darkness

    Analise:

    Heart of Darkness, é um ‘’caso’’ de game onde o personagem principal: Andy, um simples garotinho, com medo do escuro (Isso lembra um pouco, Alice, de Alan Wake), que em um suposto dia, supostamente Comum, perde seu Cachorrinho: Whiskey, para forças supostamente das Trevas. Após isso, por mais estranho que se pareça, o supostamente garoto comum, possui um estranho ‘’laboratorio’’ dentro de sua casa da arvore (LOL), lá, ele pega sua arma de luz (Como se fosse uma lanterna com uma basuca...), e entra em seu suposto avião, e assim começa a jornada.

    Esse é um caso, de um Game estremamente Surreal, que lembra: Fuga das Galinhas com um caso mais estremo de Dexter o Cientista (Cartoon Network).

    Mais ai vem a pergunta........’’ Por que esse Game é Violento? ‘’
    A Resposta é longa e simples: Você já foi ‘’literalmente’’ devorado por criaturas bizarras e feias? (lembra o caso do nosso amigo Pac Man), as criaturas vem correndo, e se retorcendo pra cima de você, (O Exorcista com Fatal Frame), mais isso é violento?...........Talvez, pelo fato, de todo o cenário ser o seu pior inimigo!. Cada vez que você perde no game, você sente uma energia estremamente nervosa, que faz você querer jogar o seu Joystick com toda força na TV, até ver a TV quebrar (experiência própria.)......MAIS POR QUE O GAME É VIOLENTO?, ....é por que você não tem aliados.....tudo e todos são seus inimigos ( O cenário, etc..etc..).

    Chega uma hora no game, em que sua ÚNICA arma, desaparece, então resta a única saída:
    Correr, o Maximo que puder, mais o pior....nada te ajuda, como eu citei lá em cima: O Cenário é o seu pior inimigo neste game. A visão do Game é como a visão dos Games: Mario, Sonic e para lembrar melhor: Akimbo.

    Você tem que passar por tudo isso, para resgatar o seu melhor amigo: Seu Cão. Whiskey.

    Momento Wikipedia:

    Heart of Darkness é um videogame de 1998 criado pela Amazing Studio e lançado pela Interplay para as plataformas Windows e PlayStation.
    Desenvolvido por uma equipe de pouco mais de 12 pessoas sob a liderança de Eric Chahi, levou seis anos para ser concluído e foi o único jogo lançado pela Amazing Studio. Uma versão para Sega Saturn foi originalmente planejada, mas acabou por ser cancelada. Em 2001, uma versão paraGame Boy Advance foi anunciada, mas nunca lançada.

    Apresentado na CES de 1994 e na E3 de 1995, na ocasião tornou-se conhecido por sua jogabilidade impecável e trilha sonora digna de cinema. Apesar de ter sido o primeiro jogo a ter sua trilha sonora executada por uma orquestra, devido a atrasos na produção, não foi o primeiro a ser lançado desta forma.
    [editar]História
    Andy é um garoto comum, que tem medo da escuridão. Após se livrar de um castigo por estar dormindo e fugir da aula, ele e seu cachorro, Whiskey, vão para o parque e presenciam um eclipse solar. Whiskey desaparece, e Andy acredita que ele foi raptado pelas forças das trevas. Será que Andy enfrentará seus medos e salvará seu querido cão?

    Imagens e Vídeos:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Condemned

    Analise:
    Só pelo fato do Game se chamar: Condemned, ja diz tudo….Mais estou aqui pra analisar essa Bagaça. XD

    Você (não...eu ), é um Condenado, cujo destino é.......simplesmente viver (como qualquer outro game ), isso se vc conseguir....

    Mais o que torna esse Game em Especial violento?, bom, alguns fatos: Ele é um Survivor Horror (na verdade: Survivor Horror Psicológico), o fato do game pertecer da Monolith (FEAR já passou por ela), e o fato dos inimigos poderem matar você, sem Dó..Nem Mi..Fa..Sol...Lá..Si...Dó.

    Esse game chega a Lembrar um pouco, Bioshock, pois faz você pensar: ‘’Este Lugar....esta destruído..o que aconteceu aqui?, preciso descobrir, mesmo que tenha que matar sentenas de assassinos Psicologicamente Monstros, com marretas, chaves de fenda, ou Pés de Cabra na mão, prontos para te darem uma boa doze, de Dor e Medo.......

    O Game tem um Ambiente Surreal, e Medonho, com boas dozes de escuridão, e mais Medo...(o que você esperava?...é um Survivor Horror UAI)

    Momento Wikipedia:

    Condemned: Criminal Origins (conhecido na Ásia como Condemned: Crime Psycho e na Austrália como simplesmente condenados) é um jogo de vídeo de sobrevivência psicológica horror com elementos brawler. O jogo foi desenvolvido pela Monolith Productions e publicado pela Sega. Foi lançado mundialmente em outono de 2005 o Xbox 360, com uma versão do Microsoft Windows lançada em 2006. A versão Windows teve poucas alterações da versão console.
    O jogo usa a perspectiva em primeira pessoa. Condemned: Criminal Origins coloca ênfase adicionada combates e quebra-cabeças, incluindo a busca de impressões digitais e de coleta de provas. Ela está firmemente colocada dentro do gênero horror, horror e sobrevivência, mais especificamente. O jogo também implementa elementos de thriller psicológico.
    Após a liberação, Condemned foi recebido com boas críticas moderadas a agregados por muitos críticos. Muitos comentadores citados enredo pobre e progressão como a maior falha do jogo. Como um alívio, os controles do jogo sólido e uma nova abordagem ao gênero de horror foram elogiados. Isto permitiu uma continuação, intitulada Condemned 2: Bloodshot, que foi lançado em 11 de março de 2008, para o Xbox 360 e PlayStation 3. Outras formas de mídia inclui um prequel à Internet e uma adaptação cinematográfica planejava expandir a franquia condenado. Os desenvolvedores têm citado filmes como O Silêncio dos Inocentes e Seven como inspiração para o jogo.

    Combate

    Embora o jogo seja jogado inteiramente a partir de uma perspectiva em primeira pessoa (apenas quebrada por cenas), não é um jogo de tiro em primeira pessoa tradicional. Armas de fogo estão presentes, mas são um tanto incomuns. Ao contrário de muitos outros shooters na primeira pessoa, porém, as armas de fogo são especialmente letais, muitas vezes matando os inimigos com um único tiro. As armas que podem ser encontrados, ou tomadas de inimigos, só são bons enquanto a munição atual na revista dura, uma vez que este é esgotado, a coronha da arma pode ser usada como uma arma. Para complicar ainda mais, os inimigos de operar armas de fogo a partir da reserva de munição mesmo, ou seja, uma vez que o inimigo tiver sido expedido, o jogador só recebe munição que sobrou da luta. Isso encoraja os jogadores a atacar os inimigos com armas de fogo rapidamente.
    O foco da experiência é improvisado no corpo a corpo, permitindo que os jogadores e os inimigos para coletar, ou mesmo retirar, as armas de seus ambientes circundantes, tais como tubos, portas armário, pás e 2x4s. A palavra muitas vezes empregada pelos desenvolvedores do jogo para descrever a luta é "visceral". Um pontapé-rápido está disponível para atacar, sem nem ao lado, uma arma de mão, e os ataques podem ser desencadeados em diferentes direções e configurações, tais como a esquerda para a direita ou em cima, mas o combate é notável por não utilizar um sistema de combo, ao contrário títulos semelhantes, como The Chronicles of Riddick: Escape from Butcher Bay. Em muitos casos, o bloqueio é necessário, tanto antes como após a aterragem de um hit de sucesso. O jogador também pode realizar "golpes", quando o adversário está de joelhos, como headbutting ou quebrando seu pescoço.

    A inteligência artificial dos inimigos exibido obriga o jogador a pensar em seus pés muito mais do que jogos semelhantes. Os inimigos são capazes de fugir e se esconder de forma eficaz, muitas vezes surpreendendo o jogador rapidamente pelo aparecimento de um local escondido. Os inimigos também podem efetivamente finta, a fim de enganar o leitor para o bloqueio em um momento inoportuno, deixando-se aberto para o ataque real.

    Deve-se notar que os inimigos, embora existam armas afiadas no jogo, não se pode facada ou desmembrar. Na verdade, o jogador pode quase nunca empunhar uma faca ou a espada real, com a exceção sendo o nível escolar, onde o jogador tem acesso a uma breve cutelo. Algumas armas brancas são da classe de ferramenta de entrada, (como um machado de incêndio para uma porta podre, ou um pé de cabra para um cofre trancado) e atuam como chaves no gameworld, permitindo que o jogador acessar novas áreas ou bloqueado caixas.

    O jogador também tem uma arma taser que, quando utilizados atordoa o alvo, faz alguns danos e permite ao jogador para tomar a arma do inimigo é chocado. Mais tarde no jogo, o tenente Rosa dá ao jogador uma taser novo upgrade, que é muito mais poderoso, fazendo com que as pernas do inimigo para dar. Uma batida ou tiro depois que matar todos os inimigos. Usos comuns para isso são seguramente atacar os inimigos com armas de fogo (uma vez que permite aos jogadores para atordoar-los de uma distância e, em seguida, aproveitar a arma quando o inimigo está incapacitado), respondendo a um ataque imediato (desde que utilizando o taser não exige que o timing exacto que o bloqueio faz) e obter a oportunidade de fazer uma batida livre (um acerto em que o jogador não corre o risco de ser atingido primeiro). No entanto, ele tem de recarga entre disparos de modo que não pode ser usado para contornar o sistema de jogo do cuidado de lutar contra inimigos.
    Todo o jogo tem lugar em ambientes urbanos degradados, com uma iluminação mínima. O jogador deve usar uma lanterna para navegar através dos ambientes constantemente escurecido do jogo, enquanto lidam com emboscadas inimigas freqüentes.
    Perto do final do jogo, o jogador perde a lanterna eo taser. Isso significa que todas as estratégias que exigia que o taser e tornar-se impossível a única fonte de luz pessoal torna-se pranchas de queima, o que significa portar uma arma reduz a visibilidade.Isso efetivamente obriga o jogador a se basear exclusivamente sobre o bloqueio, se escondendo e evasão de defesa e ataques de perto para a ofensa.

    Cenas do crime

    Condenado envolve diretamente o jogador nas investigações da cena do crime, oferecendo a capacidade de, com o pressionar de um botão sensível ao contexto, recorrer a um pacote de ferramentas forenses para encontrar e gravar a evidência. O personagem do jogador está vinculado a um laboratório do FBI através de seu telefone móvel ao longo da investigação, permitindo que (quase imediata) exame remoto e análise de sua assistente social, Rosa. Provas da cena do crime pode ser usada para resolver quebra-cabeças, permitindo que o jogador passe os obstáculos anteriormente intransponíveis, e fornecer pistas para os mistérios da história global.

    Exemplos de provas incluem impressões digitais, pegadas, fibras, líquidos (como sangue ou de produtos químicos), em partículas, resíduos, as marcas / gravuras, material, marcas, feridas, pequenos objetos, documentos e partes do corpo.

    O personagem do jogador é dotado com a capacidade instintiva para detectar quando a evidência forense está próximo, permitindo aos jogadores para trazer a instrumentos de detecção e coleta, quando apropriado. No entanto, os instintos "do personagem vagamente destacar a área em que as provas reside, cabe ao jogador metodicamente varrer a cena e catalogar todas as conclusões.

    Imagens e Vídeos:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    F.E.A.R

    Analise:

    FIRST ENCOUNTER ASSAULT RECON, FU&K EVERYBODY AND RUN ou justamente: Fear.

    Fear é um Survivor Horror, em Respectiva em Primeira Pessoa, cujo objetivo e eliminar os seus inimigos e sobreviver...........................(10 minutos depois.), mais por que Fear é violento?....ou melhor: Por que é um survivor Horror?

    Você já foi Perseguido por uma Experiência falhada, que não morre nem a Pa#, e pior.....uma criancinha?. E alguns, cujos inimigos também, são experiências falhadas, que na verdade foram humanos, e agora são Monstros?. Você já teve a sensação que você esta bem, e na outra hora, você esta Gritando feito uma menininha....Bom....isso é ‘’Fear’’.

    Mais por que violento?: Sangue, para todos os Lados do Cenário, cenas violentas, inimigos que não falam: ‘’Se Renda agora’’...ou: ‘’Larga a Arma, ponhe as mãos na cabeça, e se abaixe’’, mais sim, simplesmente, atiram em voce, até te verem no ‘’Game Over’’?

    Bastante Violento não acham?........eu acho XD

    Momento Wikipedia:

    F.E.A.R. é um jogo de tiro em primeira pessoa (FPS em inglês) distribuído pela Vivendi Games no Brasil e programado pela Monolith para PC, Xbox 360 e PlayStation 3 lançado 18 de outubro de 2005 para PC, em 31 de outubro de 2006 para Xbox 360 e em 24 de abril de 2007 para PlayStation 3. O enredo do game é datado de coisas sobrenaturais, e F.E.A.R. é a abreviação de First Encounter Assault Recon.

    Antecedentes

    A corporação tecnologica Armacham (ATC) iniciou o projeto Icarus, um programa que visava possibilitar a realização de trabalhos sem consequências a saúde em ambientes de gravidade zero, através de alterações genéticas. Aplicações militares são autorizadas, então, tem início o projeto Origin (Origem) com o propósito de desenvolver soldados geneticamente modificados (conhecidos como Replica) para o governo dos EUA. Harlan Wade é o lider do programa.

    Uma das filhas de Harlan Wade, Alma sofre com freqüêntes pesadelos e alucinações. Foi descoberto que ela era uma poderosa telepata e podia sentir as emoções negativas das pessoas ao seu redor. Wade vê a possibilidade de utilizar o material genético de sua filha no programa Origin, com a intenção de criar soldados psíquicos capazes de comandar tropas telepaticamente.

    Imediatamente após seu 8° aniversário, Alma é trancada num tanque de privação de sentidos e induzida ao coma. Seu material genético passa a ser utilizado numa série de experimentos para desenvolver um embrião que pudesse ser utilizado como comandante psíquico.

    Seis anos depois, um embrião “beta” está pronto. Harlan Wade determina que sua filha carregue o feto dentro de sí, para garantir que suas aptidões e “dons” fossem passados para o feto, porém, ele comete um erro terrível, ao não acreditar que as características deste feto podessem ser incorporados ao DNA dela.

    O primeiro comandante protótipo nasce. Seu potencial psíquico é considerado muito fraco, por isso é descartado enquanto trabalham em um novo protótipo. O segundo protótipo tem resultados excepcionais. Seu nome é Paxton Fettel, e é decidido que ele seria treinado assim que estivesse velho o bastante. No entanto, um acidente ocorre enquanto este ainda é uma criança, envolvendo soldados atacando seus superiores. Inúmeros acidentes ocorrem. Durante uma investigação, é descoberto que o perfil psíquico de Paxton e Alma (ainda no coma) haviam sido sincronizados. A teoria era que ela havia se conectado a Paxton, e o utilizado como arma.

    A ATC decide que o caminho mais seguro era desligar Alma. Suas tentativas de aproximar-se para desligar os sistemas onde ela estava trancada resultaram em desgraça, então optaram por desligar os sistemas remotamente. Levou seis dias para que ela morresse. Uma vez que seus sinais vitais cessaram, tornou-se perigoso entrar no laboratório, então a ATC decidiu desliga-lo permanentemente.
    Através dos anos, o distrito de Auburn, que localizava-se exatamente acima do laboratório subterrâneo, “morria” lentamente. Porém, essa “morte” era lenta o bastante para que ninguém pensasse muito sobre o assunto. Problemas sócio-econômicos eram apontados como a causa, mas a verdade é que problemas como desconfortos, disturbios e até doenças eram sentidos por todos que passassem muito tempo na área.

    Eventualmente, uma mulher chamada Genevieve Aristide transforma-se em presidente da ATC. Sentido que o laboratório do projeto Origin tornava-se inútil, ela manda uma equipe para avaliar se o projeto poderia ser retomado ou se o laboratório poderia ser utilizado para outros experimentos.
    Após perder contato como o time de reconhecimento, a ATC envia um grupo para resgatá-los. Após perder contato também com o time de resgate, a ATC fecha o laboratório novamente.

    Imediatamente após este incidente, começam a aparecer terríveis consequências, como os mesmos incidentes que causavam o abandono da cidade de Auburn serem detectados em regiões adjascentes. Após uma nova análise do laboratório Origin, detecta-se que a sincronia entre Fettel e Alma ocorreu novamente.

    Harlan Wade imediatamente convoca uma força tarefa para investigar estas anomalias. Ele envia um cientista, Bill Moody, para a Estação de Tratamento do Rio Sul, para estudar os níveis de contaminação da água subterrânea. Ele atribui a sua outra filha, Alice Wade, e um rapaz chamado Aldus Bishop, a função de colher informações dos últimos 20 anos de Auburn. Ele também concede a Chuck Habbeger e Marshall Disler a função de monitorar o programa Perseus, que é focado no treinamento dos soldados Replica e capitães psíquicos. Outros membros da força-tarefa incluiam Iain Hives um supervisor com conhecimento em ciência e Norton Mapes, um engenheiro de software e expert técnico.
    Um pouco mais tarde, Fettel tem uma visão da jovem Alma, que pede para que ele a encontre e liberte-a. Ele provoca uma rebelião na base do projeto Perseus e leva consigo cerca de 1.000 soldados Replica fortemente armados, veículos e equipamentos.

    Então, Fettel interroga Chuck Habbeger, seu método de perguntar é comendo sua carne viva, acreditando que assim ele pode obter as respostas através de seu sentido. Habbeger diz não saber o que Alma é, mas diz conhecer outras pessoas que poderiam guia-lo até ela. Fettel então ordena que seus soldados capturem tais pessoas, acreditando que elas poderiam levá-lo a Alma.
    Após encontrar Habbeger comido vivo, Genevieve Aristide envia um relatório ao senado norte-americano, mas insiste que a crise pode ser resolvida discretamente, eliminando Fettel, pois assim os soldados não teriam comandos psíquicos, e cessariam atividades. O senador então contacta a F.E.A.R. e a SFOD-D e lhes dá acesso a sistemas de localização high-tech, para que encontrem e eliminem Fettel e seus soldados.

    Início do jogo

    O game começa com Fettel tomando o comando de um batalhão de soldados Replica que destroem a matriz da ATC. As câmeras mostram Fettel canibalizando suas vítimas.

    O jogador é apresentado como “point man” para a equipe da F.E.A.R., uma organização governamental secreta especializada em lidar com ameaças paranormais.

    O coordenador da equipe, Rowdy Betters, lhe apresenta os outros membros do time, Spen Jankowski e Jin Sun-Know. A equipe recebe a ordem de eliminar Fettel. Como uma medida de segurança, a ATC implantou em todos os soldados Replica um dispositivo de rastreamento, assim a equipe foi capaz de seguir os passos de Fettel através do satélite espião HANNIBAL-3.

    A busca por Paxton Fettel começa em um prédio abandonado em Auburn. Enquanto procura por pistas, você acaba sendo atacado po Fettel e, antes de perder a consciência escuta ele dizer uma enigmática frase: “Todos eles merecem morrer”.
    O sinal de Fettel é perdido, no entanto, você e o esquadrão SFOD-D são enviados para investigar um grupo de soldados Replica no porto Sullivan e laboratório de análise. A equipe SFOD-D é misteriosamente massacrada e você é quase morto numa explosão provocada pela aparição de uma garotinha de vestido vermelho: Alma Wade.
    A busca por Fettel continua na estação de tratamento do Rio Sul e na matriz da ATC. Durante os combates contra os Replica, você passa a ter alucinações cada vez mais perturbadoras envolvendo Alma e Fettel. Através de alucinações, hackeando laptops e informações de outros personagens, a história se desenrola. Você descobre que Fettel é filho de Alma, resultado de experimentos com embriões geneticamente modificados. Descobre também que Fettel é o mais novo de dois irmãos produzidos pelo programa Origin.
    Essa perseguição acaba levando ambos ao laboratório subterrâneo do programa Origin, onde Alma foi trancada pela ATC quando tornou-se poderosa demais para ser controlada. O jogador agora enfrentaria os soldados Replica e os guardas da ATC, que haviam sido designados para abafar o caso.
    Finalmente ocorre o confronto com Fettel onde, durante uma alucinação, descobre-se que VOCÊ é o primeiro filho de Alma. Ao fim da alucinação, você faz o inevitável e mata seu irmão, Fettel.
    Fettel falha em libertar Alma mas Harlan Wade, líder do programa Origin, movido pela culpa de ser o causador de tanto sofrimento à garota, liberta-a. Após ser libertada, Alma imediatamente mata Wade. A sua libertação provoca pesadelos que quebram a barreira da lógica e passam a ocorrer no mundo real, e a visão de uma Alma mais velha andando pelo laboratório passa a atormentá-lo.

    Você deve correr para destruir o laboratório destruindo os pilares de energia para iniciar uma reação em cadeia que causaria uma explosão subterrânea. Enquanto escapa, uma visão vem revelar uma fato aterrador: Harlan Wade, o principal envolvido no projeto Origin era o pai de Alma.
    Você escapa do subsolo a tempo de ver uma enorme explosão que o deixa inconsciente. Quando acorda, encotra-se em um helicóptero com o líder do esquadrão SFOD-D Douglas Holiday e Jin, observando um enorme cogumelo de fumaça que cobria quase todo o ambiente urbano. O laboratório Origin havia sido destruido mas Alma havia sido libertada e não havia como prever a imensidão e consequências de sua ira, agora que se encontrava livre.

    Fotos e Vídeos:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


    Gears of War

    Analise:

    Third Person Shotter: Giars ofe uar, ou Gears of War, é um dos (Atualmente..talvez, não para sempre) Exclusivos da Microsoft Games Studios.
    Se você gosta de se arriscar, correndo pra cima de alguém, com uma cerra elétrica mesclada com uma Metralhadora, na mão, 3 segundos depois ...sem mais nem menos....morrer. (70% dos ataques via cerra eletrica, sem uma boa estratégia, não dão certo...leia a bula) .

    Wikipedia:

    Gears of War é um jogo de tiro em terceira pessoa de ficção científica, produzido pela Epic Games e lançado no dia 7 de Novembro de 2006, inicialmente com exclusividade para Xbox 360. Foi pela primeira vez revelado por Cliff Bleszinski na E3 de 2005.

    O jogo centra no Esquadrão Delta, um grupo de soldados da COG (Coalition of Ordered Governments) que recebe a missão de salvar o planeta Serado exército Locust. O jogador controla Marcus Fenix, um ex-prisioneiro, e um possível segundo jogador controla Dominic "Dom" Santiago.
    Gears of War foi aclamado pela crítica, ganhando prêmios de "Jogo do Ano" em diversos sites e publicações, e vendeu mais de 3 milhões de cópias.[1] Também tornou-se o jogo mais jogado no Xbox Live, superando Halo 2 que ocupara esta posição desde a sua saída em 2004. Uma adaptação para cinema está em produção,[2] e o jogo foi revelado ser o primeiro de uma trilogia.[3] A Microsoft anunciou uma conversão paraMicrosoft Windows[4] e o vice presidente da Epic, Mark Rein, anunciou conversão para Macintosh.[5] A primeira continuação, Gears of War 2, foi lançada em 2008.

    História

    Em algum lugar no futuro, os seres humanos colonizaram em massa um planeta chamado "Sera". Após anos de exploração dos recursos naturais do planeta, os mesmos começaram a se esgotar, antes que o planeta ficase sem recursos um acidente com uma broca de petroléo acabou revelando um líquido viscoso, verde fosforecente mais tarde chamado de Imulsion. A princípio o Imulsion não tinha utilidade nenhuma até que o cientista Helen Cooper que criou o processo LightMass (um tipo de fusão a frio que libera muita energia). O processo foi capaz de transmutar Imulsion em uma fonte de energia barata e eficiente. Para um planeta com fome de energia e que enfrentava uma espécie de crise de energia a longo prazo,o Imulsion foi a solução perfeita: eficiente, limpo e bastante abundante. Como a extração e transformação de Imulsion começou a pegar a vapor, certas nações acabaram colhendo grandes recompensas pela sua venda, enquanto os outros países menos afortunados foram perdendo os lucros. Com o tempo, Imulsion especulação nos mercados financeiros acabaram desenfreado moedas e economias inteiras e tornou-se ligado ao seu valor. Isso acabou resultando em um grande colapso econômico no planeta Sera. Como Imulsion era vendida a preços extremamente baixos isso acabou aleijando o setor financeiro. A crise econômica provocou ações militares, e os poucos países que possuíam uma abundância de reservas Imulsion logo se viram em guerra com as nações que não eram tão afortunadas, em um conflito conhecido como Guerras Pendulum(Pendulum Wars). Havia dois lados na guerra, o COG e o UIR, sendo que o segundo representava os países "pobres" em Imulsion, após mais de 75 anos de guerra que devastaram Sera, o COG acabou vencendo devido a arma "Hammer of dawn" um poderoso canhao orbital que poderia devastar cidades inteiras, com isso os exércitos da UIR acabaram se rendendo (Nota: o projeto da Hammer of Dawn foi desenvolvido pelo UIR mas foi roubado pelos agentes do COG e aperfeiçoado pelo Dr. Adam Fenix). Quando o povo de Sera começava a se recuperar dos longos anos de guerra aconteceu o Dia da Emergência (Emergence Day). Em um ataque surpresa, milhares de criaturas conhecidas como Locust saíram do subsolo de Sera matando todos seres humanos em seu caminho. Mais de 90% da populaçao de Sera foi morta nas primeiras 24 horas, os líderes do governo COG evacuram todos sobreviventes para a cidade de Jacinto, um dos poucos lugares seguros do planeta devido ao solo, composto de granito que impedia a invasao dos Locust, e entao destruiram boa parte do planeta com satélites "Hammer of Dawn" na esperança de destruir os Locust e impedir que mais deles subissem e usassem os recursos da superficie. Os poucos humanos que sobraram travaram uma batalha que durou mais de 10 anos, nesses anos, um jovem oficial que havia se destacado nas guerras do pendulo chamou mais a atençao, Marcus Fenix. Marcus subia rapidamente de posto até que tudo mudou, durante uma batalha severa contra os Locust, Marcus abandonou seu posto no campo de batalha na tentativa de salvar seu pai. A única familia que lhe restava. Aparentemente, Marcus não conseguiu salvar seu pai, Adam Fenix(O corpo nunca foi encontrado). Condenado por deserção por um tribunal militar, Marcus Ficou 4 anos preso na prisão de segurança máxima de Jacinto até ser resgatado por seu melhor amigo, Dominic Santiago. Extremamente debilitado, o COG precisava de soldados experientes para um missão que poderia derrotar de vez os Locust por isso Marcus Foi libertado. Após a morte do comandante da força "Delta Minh You Kim" pelas mãos do General Locust RAAM, Marcus assumiu o posto de capitão do time Delta que teria como objetivo a "Operação LightMass" que consistia em largar uma bomba LightMass (equivalente a 10 atomicas) em uma profunda fenda de um vale de Sera que aparentemente levava ao centro das forças Locust. Bem sucedido nessa missão, Marcus e o time Delta conseguirem causar uma reviravolta favorável aos humanos na guerra. Pena que ela não duraria muito. A bomba matou milhares de Locust e todos morcegos Kryll, claro, mas acabou causando efeitos colateiras. Ela vaporizou grandes fontes de Imulsion que acabou se tornando um gás tóxico aos humanos e despertou o RitWorm um verme gigante há muito adormecido.
    [editar]Jogabilidade
    Cliff Bleszinski afirmou que o jogo teve como inspirações primárias Resident Evil 4 (pelo ponto de vista sobre o ombro) e kill.switch (pelo sistema tático de cobertura).
    A jogabilidade tem foco em se esconder sobre atacar com força bruta, dando inclusive menor número de armas ao jogador. O arsenal inclui fuzil de assalto, espingarda, pistola, rifle de sniper egranadas explosivas e de fumaça, além de combate físico. O rifle de assalto "Lancer" inclui uma baioneta com motosserra, que mata inimigo instantaneamente.

    Todas as paredes, muros, escombros, objetos e imperfeições do terreno podem ser usadas como proteção durante o fogo-cruzado. Por exemplo, durante uma troca de tiros pode-se ficar atrás de uma barricada, movimentar-se por ela com agilidade e imediatamente pular para se escorar em outro lugar.
    Os movimentos para tais ações estão concentrados em um único botão, o qual permite correr, esquivar-se, dar cambalhotas e se esconder rapidamente. A novidade por aqui é a seguinte: uma vez protegido, é possível atirar nos inimigos de duas formas. A primeira é a mais semelhante aos filmes de guerra, quando os soldados se encontram num cenário caótico, com tiros para todos os lados. O melhor é apenas colocar a arma para fora da trincheira e mandar bala sem saber em quem está atirando.

    Isso pode ser feito em qualquer lugar, no entanto o controle fica mais instável e a mira, é claro, não aparece na tela. A sensação de jogo nesta situação é de desespero, porque você só atira assim quando está querendo matar ou afastar seus oponentes a todo custo. É a melhor opção para ataques furtivos ou em massa, quando você está tomando “chumbo grosso” e não pode mostrar um fio de cabelo aos lagartões.
    Já no segundo caso, utiliza-se o gatilho esquerdo do controle para ativar a mira e se aproximar do rosto do personagem, transformando a visão, até então em terceira pessoa, para a de primeira. Esta é a forma mais consciente de matar um Locust, visto que basta atingi-lo na cabeça para matá-lo instantaneamente. Outra característica primordial, que deve ser levada em consideração, é o recarregamento das armas. Diferente dos outros games, apertar o botão para efetuar tal ação não é tudo o que jogador precisa para voltar a debulhar os adversários. Em Gears of War é necessário ter coordenação motora para recarregar no momento ideal.

    Após apertar o botão para recarregar, um minigame surge em forma de uma barra horizontal, a qual possui 3 partes distintas. Nela, o jogador deve apertar o mesmo botão, enquanto uma reta vertical percorre a barra, para fazer com que o protagonista alcance o sucesso no carregamento ao escolher o ponto perfeito. Caso contrário, a ação demora e ele perde segundos preciosos. Então, um bom jogador é aquele que consegue vidrar os olhos no combate sem deixar de visualizar a quantidade de munição, estando preparado para carregar no momento exato ou, através de reflexos rápidos, fugir de situações inesperadas quando as balas acabarem.

    Os ataques mais divertidos ficam por conta dos golpes corpo a corpo, executados para moer os lagartos a curta distância. São essenciais para aniquilar os monstros de pequeno porte que conseguem se aproximar com uma velocidade incrível. Além disso, a metralhadora principal da coalizão humana, Lancer, possui nada menos que uma motosserra como baioneta. Afinal, nada mais convidativo do que um ataque insano, no qual os oponentes são retalhados ao meio com direito a poucos segundos de animação.

    À primeira vista, a jogabilidade parece ser complicada e cheia de minúcias, contudo o sistema é intuitivo e em poucos minutos você estará detonando todo pedaço de vida que passar pelos seus olhos. Todavia, os desacostumados com jogos de tiro no videogame, em um primeiro momento, sentirão dificuldade devido à coordenação exigida nos dois analógicos. Falando nisso, o analógico que controla a câmera merece grande destaque, uma vez que a sensibilidade está apurada e reflete o ótimo trabalho da equipe de desenvolvimento na adaptação dos comandos para o controle do X360.
    Quando se fala que Gears of War inovou em vários aspectos, não é mera suposição ou fanatismo. O game conseguiu reinventar o gênero de ação, já saturado pela quantidade de títulos semelhantes no mercado. A prova disso é o sistema de danos, no qual GOW é original novamente. Ao tomar tiros, uma engrenagem é exibida na tela. Na medida em que o personagem é atacado, a roda dentada vai sendo preenchida de sangue e, se uma caveira aparecer, você já era!
    A vantagem deste sistema é a versatilidade adquirida, pois basta se esconder para recuperar a vida imediatamente. Assim, quando a engrenagem desaparece, o personagem pode retomar o ataque. É prático e funcional. O único cuidado que o jogador deve ter é nos combates corpo a corpo, não raro eles podem ser mortais, dependendo do oponente.
    A história de Gears of War é dividida em 5 atos, os quais também contém capítulos divididos em diversos checkpoints (pontos onde o jogo é salvado) espalhados pelos cenários. Tais pontos estão bem definidos, tornando o game mais fluido e fácil, inexistindo períodos onde o jogador teria que refazer uma determinada fase. Mas para muitos, a campanha principal do jogo ficou devendo porque possui entre 8 a 10 horas de jogo. Entretanto, se deve olhar para o jogo com outros olhos, já que existem diferentes níveis de dificuldade e um sistema online robusto, permitindo diversos replays para fechar o game novamente.
    Por falar em dificuldade, ao todo são três os níveis disponibilizados: casual, hardcore (muito difícil) e insane (insano). O último é recomendado apenas para os mais fanáticos e doentes pelo game, visto que os lagartos são implacáveis e não dão chances para os inexperientes. Ao concluir os capítulos, é possível retornar a eles pelo menu do jogo. Assim, você pode refazê-los em qualquer dificuldade na hora que bem entender. Ponto positivo para a produtora.
    Há ainda, distribuídas por todo o jogo, as COG Tags (fazendo trocadihos com as Dog Tags, medalhas usadas pelos soldados para identificarem seus cadáveres caso morram) dos soldados veteranos mortos em batalha. No total são 30 suvenires para Fenix e Dom colecionarem (33 na versão para PC). Na medida em que você os captura, conquistas no Xbox 360 são desbloqueadas.

    Multiplayer

    Gears of War habilita multiplayer por tela dividida, online (com Xbox Live e System Link (ligar dois consoles por meio de um cabo ethernet).
    Há a campanha cooperativa, com outro jogador no mesmo Xbox ou online no papel de Dom. Ás vezes os dois jogadores vão por caminhos separados, reiniciando do checkpoint anterior caso um morra. Ambos também podem se ressuscitar e se ajudar de maneiras impossíveis com companheiros virtuais.

    No modo combativo, uma equipe seleciona os COGs e outra os Locusts. Há três maneiras de disputa:

    Warzone (zona de guerra): deathmatch normal, com um time exterminando o outro. Pode-se regular o tempo que um jogador morre se não for revivido de 5 a 60 segundos (chamado de "tempo deexsanguinação"). Um patch altera o número de ressureições de infinitas para duas.

    Execution (execução): similar a Warzone, exceto que a equipe tem de matar o jogador caído senão este revive automaticamente ao final do período de exsanguinação.

    Assassination (assassinato): exige matar o líder da outra equipe.

    Annex: variante do "King of the Hill" o time tem de manter controle de uma área ou objetivos.

    Fotos e Videos:
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    Bullsworth Academy: Bully

    Analise:

    Por que ‘’Bully’’ seria Violento?... hum...talvez, por ele ter sido proibido no Brasil?, por ele ter sido removido (pela decisão) da lista de games do BJ?....por ele ser da empresa: Rock Star? (mesma de Manhunt, Red Dead e GTA).
    Aqui o Game é simples: Você (não...eu² ), é um Valentão recém expulso de sua escola, e recém chegado a Bullsworth academy, em toda historia, você deve se mostrar o ‘’maioral’’ na escola, deve bater em outros alunos (bater em menores ou garotas, você será punido.....porem você pode correr, e fugir da punição....isso inclui: Adultos), não a nenhuma rasão para Bully não estar aqui, neste especial. Porem mesmo o game ser violento, ele também tem seu charme, e com um senso de humor (tenso), por exemplo: Nerds gordos e Medrosos, gordas que ti beijam em troca de caixa de chocolate (lol), ou você pode jogar bolinhas de godê no chão, e sem querer, dar uma baita de uma ‘’caida’’ no chão.

    Momento Wikipedia:

    Bully, também conhecido como Canis Canem Edit ("Cão Come Cão", em latim) na versão PAL para o PlayStation 2 lançada fora da América do Norte,[1] é um jogo eletrônico de ação-aventura em terceira pessoa, lançado pela Rockstar Vancouver para o Playstation 2 em 17 de outubro de2006, na América do Norte, e em 25 de outubro de 2006 no Reino Unido. Uma versão de Xbox foi planejada, porém acabou sendo cancelada por motivos não-revelados.[2] O jogo foi relançado como Bully: Scholarship Edition em 4 de março de 2008 para o Wii e o Xbox 360, e em 24 de outubro de 2008 para o PC. A versão do PlayStation 2 do jogo também está disponível nos EUA como uma edição especial, que inclui uma revista em quadrinhos de edição limitada e uma bola de queimada, como a que aparece no jogo, com o título do jogo gravado nela.[3]

    Jogabilidade

    O jogador entrará num mundo de intrigas, fofocas, lutas e entraves que todo colégio tem. "Bully" conseguiu capturar a essência do colegial em seu todo, não importa país, cultura ou língua, toda escola tem Valentões que atormentam os mais fracos e que não tem nada na cabeça, Atletas e Cheerleaders que se acham o máximo, Nerds que vivem com a cabeça enfiada em privadas, diretores,professores e uma cozinheira de falta de higiene que nem sempre são exemplos de nobreza e moral, pois é nesse mundo que Jimmy Hopkins é atirado e não vai deixar barato.

    No 1º Capítulo, o jogador só terá acesso ao terreno da escola, onde há o dormitório masculino, o feminino, o dos "riquinhos", biblioteca, ginásio, campo de futebol americano e um lugar onde se localiza uma oficina.
    Como você está num internato, você terá de participar das aulas, que dão algum tipo de prémio, como, por exemplo, as aulas de inglês dão à Jimmy um vocabulário maior para se desculpar com os monitores e colegas que querem agredi-lo; aulas de química ensinam a fazer bombinhas, bombas fedorentas, pó de mico, etc.; aulas de mecânica dão a Jimmy ótimas bicicletas e assim por diante. As aulas são: Arte (Art), Química (Chemistry), Inglês (English), Educação física (Gym), Fotografia (Photography) e Mecânica (Shop).Na versão "Scholarship Edition" disponível para PC, Wii e Xbox 360, há missões a mais e as aulas: Música, Biologia, Matemática e Geografia. Você terá que completar cada aula 5 vezes, depois disso não precisará mais ir à nenhuma aula já completa, mas poderá refazer a última aula de cada matéria, se quiser.
    O jogo é como se fosse um Sandbox (Caixa de areia, em português), o que significa que você não tem propriamente um objectivo linear, podendo fazer o que quiser, na hora que quiser e quando bem entender. Claro que para o jogo ficar mais divertido, abrir novas áreas, o protagonista aprender novos golpes de luta, ganhar mais respeito, o jogador terá que avançar nos eventos principais do jogo. Nada que não faça o jogador avançar naturalmente, já que a história é muito divertida.
    No jogo você pode tanto agir como um "Bully" (Valentão), atormentando os nerds, quanto o contrário; ser uma espécie de "justiceiro" — protegendo os mais fracos, batendo e humilhando apenas os outros Bullies. Pode ainda ser mais reservado com uma filosofia de "não me chateou, não apanha" ou ser um garoto super problemático, fugindo quando um monitor percebe seus actos e batendo em quem aparecer na sua frente (incluindo monitores e alguns outros adultos — sendo essa tarefa quase impossível, já que para um adulto basta apenas conseguir pôr as mãos num garoto para pô-lo ao chão).
    Na verdade você faz o que quiser, mas é preciso ter em mente de que para todos os actos há consequências. Quando você menos esperar, você poderá estar na sala do diretor levando um sermão e uma ameaça de suspensão. Por isso mantenha o olho nos monitores e procure estar sempre alerta!
    No jogo não é possível avançar sendo totalmente pacífico, sabendo que já nas primeiras missões, o jogo põe-te numa cena de batalha com outro rapaz. Porém, ao seguir a história à risca, você também não terá a intenção de bater ou humilhar os colegas mais fracos (como os nerds ou os "sem gangues"). Pelo contrário, irá até protegê-los, mas sempre com a intenção de receber alguma recompensa depois.
    O sistema de batalhas corpo-a-corpo, finalmente em toda a série (referindo-se aos intitulados GTA, da Rockstar, mesma produtora de Bully), está divertido e realista. Além de que a dificuldade das batalhas está bem mais fiel. Por exemplo, um Nerd estudioso pode ser derrotado com apenas 5 ou 6 socos, enquanto um Atleta musculoso, alto e bom de briga dá um bom desafio ao jogador, que para vencer, terá que saber a hora de avançar e se defender.
    [editar]História
    O jogo começa com Jimmy deitado no carro discutindo com sua !@#$%& e com seu padrasto. A !@#$%& de Jimmy quer colocá-lo num internato, enquanto ela vai passar uma longa lua de mel com seu 5º esposo. E ela escolheu Bullworth Academy, a escola mais louca de todo o país (por ser a única que aceitou Jimmy). Continuando a discussão, eles chegam a Bullworth Academy. A !@#$%& de Jimmy deixa-o à frente da escola, onde ele é recebido pela secretária. Então ela diz a Jimmy para ir falar com o director, o Dr. Crabblesnitch. O doutor diz que Jimmy é um rapaz muito mau, o pior que ele já recebeu em sua escola até agora. Ele cita algumas coisas que Jimmy fez em outros internatos: Vandalismo, Linguagem imprópria, Graffiti, e Bullying. Logo depois dessa conversa, a secretária manda Jimmy vestir o uniforme da escola. Quando Jimmy chega ao dormitório masculino começa uma luta, que na verdade é um pequeno tutorial do jogo. Quando tiveres acabado com o rapaz que te atacou, chegará Hattrick, o professor de matemática corrupto da escola (como os policiais corruptos dos jogos da série GTA) fazendo-te parar com a luta. Entrando no dormitório, Jimmy conhece Gary, um rapaz muito inteligente (que por vezes mostra-se um pouco psicopata) e que pretende dominar a escola e as outras facções. Chegando ao seu quarto, Gary apresenta-te a Peter (ou apenas Pete). Para saber mais sobre a história, recomendamos que você se divirta com esse excelente jogo da Rockstar Games, uma vez que, a partir deste ponto, o jogo perde um pouco a linearidade, pois a seqüência dos fatos passa a depender das decisões do jogador.
    (em breve...especial Bully)

    Vídeos e Fotos:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

    EDIT: Foram tirados as Posições (1º, 2º Lugares..etc), pois estarei colocando a Ordem perfeita em um novo Tópico está noite, então fiquem ligados......e tambem: Mario, estara na lista tambem..haaaaaaaahahaaha XD


    Última edição por xVxX Prince XxVx em 10/9/2010, 16:48, editado 2 vez(es)
    avatar
    Mulder


    <b></b> :
    Online
    Offline

    <b>Data de inscrição</b> Data de inscrição : 14/06/2010
    <b>Mensagens</b> Mensagens : 10677
    <b>Pontos</b> Pontos : 12170
    <b>Avaliações Positivas</b> Avaliações Positivas : 328

    Re: [Especial] Os 20 Games mais Violentos do Mundo (1º Edição)

    Mensagem por Mulder em 3/9/2010, 03:55

    Simplesmente PERFEITO!!Se SUPEROU!!!PARABÉNS!!!!!!!!!!!!!!Esperando a 2ª Edição... ;D ;D ;D
    avatar
    MarvoxBrasil


    <b></b> :
    Online
    Offline

    <b>Data de inscrição</b> Data de inscrição : 06/08/2010
    <b>Mensagens</b> Mensagens : 54
    <b>Pontos</b> Pontos : 232
    <b>Avaliações Positivas</b> Avaliações Positivas : 8
    <b>Frase</b> Frase : Blog MarvoxBrasil - Desperte o gamer em você!

    Tudo o que eu gosto!!!

    Mensagem por MarvoxBrasil em 3/9/2010, 16:12

    House escreveu:Simplesmente PERFEITO!!Se SUPEROU!!!PARABÉNS!!!!!!!!!!!!!!Esperando a 2ª Edição... ;D ;D ;D


    Cara que matéria legal mano, gostei muito, quero muito ver a 2ª edição. Que D+ e todos os jogos que eu adoro acredito que vão aparecer!!! aí sim hein!!

    avatar
    killer_sd


    <b></b> :
    Online
    Offline

    <b>Data de inscrição</b> Data de inscrição : 24/08/2010
    <b>Mensagens</b> Mensagens : 2755
    <b>Pontos</b> Pontos : 2719
    <b>Avaliações Positivas</b> Avaliações Positivas : 25

    Re: [Especial] Os 20 Games mais Violentos do Mundo (1º Edição)

    Mensagem por killer_sd em 3/9/2010, 18:18

    mt manero seu especial (a primera parte claro) gostei da lista de jogos só acho que vc divia bota bully numa posição mais alta :ria*:
    e divia bota tb o super mario qdo ele pisa nas tartarugas matando elas fria e cruelmente :lingua:
    huashaushuahsauhs
    avatar
    BlackMORE


    <b></b> :
    Online
    Offline

    <b>Jogo Favorito</b> Jogo Favorito : Half-Life 2
    <b>Data de inscrição</b> Data de inscrição : 08/03/2011
    <b>Mensagens</b> Mensagens : 1406
    <b>Pontos</b> Pontos : 1046
    <b>Avaliações Positivas</b> Avaliações Positivas : 67
    <b>Frase</b> Frase : Shitty wizard!

    Re: [Especial] Os 20 Games mais Violentos do Mundo (1º Edição)

    Mensagem por BlackMORE em 8/3/2011, 11:34

    Muito Bom!
    Confesso que ri quando vi o Pac-Man
    avatar
    Nanbo


    <b></b> :
    Online
    Offline

    <b>Data de inscrição</b> Data de inscrição : 23/03/2011
    <b>Mensagens</b> Mensagens : 1637
    <b>Pontos</b> Pontos : 1476
    <b>Avaliações Positivas</b> Avaliações Positivas : 52

    Re: [Especial] Os 20 Games mais Violentos do Mundo (1º Edição)

    Mensagem por Nanbo em 27/3/2011, 22:54

    Belo especial, quando eu vi o Heart of Darkness eu tive um momento super nostalgico...
    avatar
    Rabs


    <b></b> :
    Online
    Offline

    <b>Jogo Favorito</b> Jogo Favorito : Valkyrie Profil
    <b>Data de inscrição</b> Data de inscrição : 10/03/2011
    <b>Mensagens</b> Mensagens : 12
    <b>Pontos</b> Pontos : 14
    <b>Avaliações Positivas</b> Avaliações Positivas : 0

    Re: [Especial] Os 20 Games mais Violentos do Mundo (1º Edição)

    Mensagem por Rabs em 31/3/2011, 20:11

    Muito bom o post. gostei. jogo ridiculo o de caçar animais.
    avatar
    Nanbo


    <b></b> :
    Online
    Offline

    <b>Data de inscrição</b> Data de inscrição : 23/03/2011
    <b>Mensagens</b> Mensagens : 1637
    <b>Pontos</b> Pontos : 1476
    <b>Avaliações Positivas</b> Avaliações Positivas : 52

    Re: [Especial] Os 20 Games mais Violentos do Mundo (1º Edição)

    Mensagem por Nanbo em 1/4/2011, 18:29

    Rabs escreveu:Muito bom o post. gostei. jogo ridiculo o de caçar animais.

    Tem quem gosta amigão...
    avatar
    Mulder


    <b></b> :
    Online
    Offline

    <b>Data de inscrição</b> Data de inscrição : 14/06/2010
    <b>Mensagens</b> Mensagens : 10677
    <b>Pontos</b> Pontos : 12170
    <b>Avaliações Positivas</b> Avaliações Positivas : 328

    Re: [Especial] Os 20 Games mais Violentos do Mundo (1º Edição)

    Mensagem por Mulder em 20/6/2011, 21:49

    Mesmo depois de tanto tempo, ainda me impressiono com este especial. Não é à toa que está no "Tópicos em Destaque" até hoje! Parabéns mais uma vez, Prince. Espero que você faça mais desses especiais. ;D
    avatar
    xVxXPrinceXxVx


    <b></b> :
    Online
    Offline

    <b>Data de inscrição</b> Data de inscrição : 07/08/2010
    <b>Mensagens</b> Mensagens : 683
    <b>Pontos</b> Pontos : 1048
    <b>Avaliações Positivas</b> Avaliações Positivas : 17
    <b>Frase</b> Frase : רעקאָננעקט

    Re: [Especial] Os 20 Games mais Violentos do Mundo (1º Edição)

    Mensagem por xVxXPrinceXxVx em 21/6/2011, 04:52

    House escreveu:Mesmo depois de tanto tempo, ainda me impressiono com este especial. Não é à toa que está no "Tópicos em Destaque" até hoje! Parabéns mais uma vez, Prince. Espero que você faça mais desses especiais. ;D

    Com certeza farei :voa: :car3: :car1: :car2: :car3: :car1: :car1: :car2: :car2: :voa: :voa: :voa: :voa: :Uii:

      Data/hora atual: 21/9/2017, 16:31