Games 4Evil! - Tudo sobre games

Novidades, análises, prévias e mais sobre jogos


    A Magnetosfera

    Compartilhe

    Klaus-Meine


    <b>Data de inscrição</b> Data de inscrição : 07/01/2011
    <b>Mensagens</b> Mensagens : 534
    <b>Pontos</b> Pontos : 695
    <b>Avaliações Positivas</b> Avaliações Positivas : 48
    <b>Frase</b> Frase : Quando Chuck Norris usa óculos escuros, é para não ofuscar o sol com o brilho do
    <b>Status</b> Status :
    Online
    Offline

    A Magnetosfera

    Mensagem por Klaus-Meine em 16/2/2011, 17:54

    Em 2009, a massa recebeu uma notícia pela Globo que foi distorcida e publicada; vamos entender o que realmente aconteceu:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Temperatura sobe a 400ºC em região da Jordânia

    "Hijazin também destacou que há uma rede de água e esgoto que lança seus resíduos na região."

    Não é bem isso a explicação. O acontecido realmente aconteceu, porém, nada tem haver com resíduos químicos e coisas do gênero.

    Agora, vamos ver uma pesquisa recentemente feita por estudiosos cientístas e astronomos do ramo:


    Brechas no Campo magnético da Terra

    Realmente, como confirmado a tempos atraz, após serem realizados estudos sobre a formação da auróra boeral. Existem buracos no campo magnético da Terra; porém, estavamos enganados a respeito disso. Recentemente, foi anunciado que não existe esses buracos apenas nos pólos, mas existe por varias regiões do planeta. E uma dessas regiões é uma pequena parte florestal do Amã, Jordãnia. Ou seja, lá não existe proteção contra a radiação solar.

    Normalmente as partículas solares são desviadas pelo campo magnético da Terra para o Cinturão de Van Allen, e somente chegam à Terra próximas aos pólos. Entretanto o campo magnético terrestre não é um simples dipolo e existe uma depressão no campo, no Atlântico Sul, que faz com que partículas carregadas também cheguem ao solo na região conhecida como Anomalia Geomagnética do Atlântico Sul. Não apenas nesse local, como em muitos outros pontos remotos do planeta.

    Porém, na Jordãnia, o buraco na magnetosfera é mais desprotegido; o que pode ter causado essa anomalia.


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Anomalia geomagnética do Atlântico Sul: a região vermelha representa alto fluxo de elétrons com energia acima de 30 KeV próximo ao solo.

    Isso, por mais estranho que seja, também explica o por que do Brasil ser a região mais atingida por raios.

    Os raios no Brasil, e no mundo, são formados pela interação dos Protons e Eletrons. Os protons atraem os Eletrons, formando então o Raio. Proton é carga positiva e Eletron carga negativa; e na formação do raio, a carga negativa é quem é atraída pela carga positiva. já que a carga positiva não se move! Formando assim os raios.

    Eu, recentemente; quando estava no intervalo do meu pré-vestibular. Olhando o céu, percebi que estava dando uns clarões num lugar onde praticamente não existia nuvens.

    Ou seja, isso é uma anomalia extraterrestre (Não de aliens, de fora da Terra).
    O que acontece é que, a intensidade de radiação solar está aumentando abruptamente. O que, consequentemente eleva a quantidade de Eletróns sobre essa região. (Isso também se relaciona com a estação anual.)

    Mas por que nós não fomos torrados como na Jordãnia?

    Porque na Jordânia, houve uma interação direta do sol com aquela região. O que aqui não acontece.

    O que quero dizer com isso?

    Quero dizer, que no caso de uma tempestade solar. Os lugares mais atingidos seriam onde existem esses buracos magneticos. E por todo o Sudeste do Brasil, existe esse mesmo buraco. Ou seja, no caso de uma tempestade solar, seriamos torrados vivos.

    Estou dizendo isso atravéz de pesquisas feitas por mim, não existe nenhum CTRL+C e nem V aqui. (Exceção das imagens).

    Como sabemos, o campo magnético é produzido a partir do centro da Terra!


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    O fluxo de material líquido e ionizado no núcleo da Terra é convectivo, turbulento e distorcido também por rotação diferencial do núcleo externo, líquido (2900 km a 5100 km de profundidade), sobre o núcleo sólido interno, cristalizado e que libera calor latente na cristalização das camadas externas e de separação de elementos menos densos, como sultefo de ferro e óxido de ferro localizados no núcleo da Terra.

    Quando manchas solares de polaridades magnéticas opostas colidem, há cancelamento do campo magnético que pode provocar um flare, um aumento significativo da emissão de radiação eletromagnética no local, principalmente no ultravioleta e raio-X. Se esta radiação atingir a Terra, há um aumento na fotoioniozação da atmosfera, com um aumento súbito no número de elétrons livres, que perturbam as ondas de rádio, inclusive as usadas pelo GPS.

    Existe uma forma simples de medir a quantidade de ultravioleta e raio-X sendo emitidas para a Terra. Apenas, pegue um rádio e ligue ele. Observe se ele está chiando ou está limpo. Quanto mais ele estive chiando, maior a quantidade de ultravioleta e raio-X; e mais nula está a magnetosfera, que no caso de uma repentina tempestade solar, queimaria tudo. creio que todos já viram que a rádio recebe melhor o sinal, entre a noite e a madrugada!


    Vou explicar agora, de uma forma simples, como ocorre a reversão dos polos.

    Observe na imagem acima, as manchas amarelas e as manchas azuis. Observe que de 1980 para 2000 houve mudanças significativas de posições. A reversão dos polos, ocorre quando as manchas se revertem. A amarela vai para o lugar da azul e a azul para o lugar da amarela.

    Observe que mudou muito em 20 anos, sendo que a ultima inversão dos polos foi a 780 mil anos. E todos nós sabemos que nossa eletricidade age sobre a magnetosfera; então, estaria nós, acelerando esse processo de mudança? Pode não fazer sentido para os estudiosos. Mas foi a simplicidade dos povos antigos que fizeram com que eles descobrissem tanta coisa relacionada a astronomia.

    Estou explicando tudo isso; pois como já confirmado pela NASA! 2012 será um ano de máxima solar! E visto que existem buracos na magnetosfera por todo o planeta. E o Sudeste do Brasil é uma das áreas onde existe uma depressão enorme no campo. Poderiamos ser todos torrados em 2012! Como houve naquela pequena região da Jordãnia.

    Viram, como a mídia acoberta os fatos.


    EDIT: Essas mudanças que citei sobre as "manchas Azuis e amarelas"; também tem relação com o Eixo rotacional da Terra!

    Para um melhor entendimento desse tópico, e sobre o que aconteceu na Jordãnia. Leia sobre Tunelamento Quântico

    E veja como age o Eletron sobre a temperatura!

    Mulder


    <b>Data de inscrição</b> Data de inscrição : 14/06/2010
    <b>Mensagens</b> Mensagens : 10661
    <b>Pontos</b> Pontos : 12154
    <b>Avaliações Positivas</b> Avaliações Positivas : 328
    <b>Status</b> Status :
    Online
    Offline

    Re: A Magnetosfera

    Mensagem por Mulder em 19/2/2011, 02:29

    Interessante. Impressionante o quanto a Televisão distorce os acontecimentos! É por este e outros motivos que não vejo mais televisão. Só vejo mesmo House. Cool
    Voltando ao assunto: Realmente os raios estão mais intensos. Aliás, me aconteceu uma experiência quase que idêntica ao que você citou, Klaus. Me aconteceu na segunda-feira de manhã. Não estava com muitas nuvens também. Parece que as coisas vão mudar... E para pior. Excelente artigo, Klaus-Meine!

    killer_sd


    <b>Data de inscrição</b> Data de inscrição : 24/08/2010
    <b>Mensagens</b> Mensagens : 2755
    <b>Pontos</b> Pontos : 2719
    <b>Avaliações Positivas</b> Avaliações Positivas : 25
    <b>Status</b> Status :
    Online
    Offline

    Re: A Magnetosfera

    Mensagem por killer_sd em 19/2/2011, 22:07

    ._. vc fez tudu issu?
    to imprecionado ._.
    eita agora to cumedo de setorrado vivo ._.'

    Conteúdo patrocinado

    Re: A Magnetosfera

    Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 20:19


      Data/hora atual: 4/12/2016, 20:19