Games 4Evil! - Tudo sobre games

Novidades, análises, prévias e mais sobre jogos


    Primeiro processo contra a Sony.

    Compartilhe
    avatar
    Nanbo


    <b></b> :
    Online
    Offline

    <b>Data de inscrição</b> Data de inscrição : 23/03/2011
    <b>Mensagens</b> Mensagens : 1637
    <b>Pontos</b> Pontos : 1476
    <b>Avaliações Positivas</b> Avaliações Positivas : 52
    27042011

    Primeiro processo contra a Sony.

    Mensagem por Nanbo


    Poderá-se-à dizer que este início do ano tem sido o pior desde sempre para a Sony, nomeadamente na sua divisão de entretenimento.

    Poucos são aqueles que ainda não ouviram falar sobre os problemas de fuga de informações pessoais dos registos dos utilizadores da PlaStation Network e o serviço Qriocity.

    Apesar de analistas preverem uma onda de processos contra a Sony, ainda nenhum processo tinha dado entrada em qualquer tribunal. Isto até hoje.

    De acordo com o Gamespot, um homem do Alabama, EUA, de seu nome Kristopher Johns, entregou um processo judicial contra a Sony Computer Entertainment America, no United States District Court of the Northern District of California.

    Na acusação obtida pelo GameSpot, pode-se ler que a Sony, "falhou em manter uma segurança adequada dos dados de computadores, sobre dados pessoais do consumidor e dados financeiros, incluindo, mas não limitado a, dados do cartão de crédito e à exploração, razoavelmente previsível, de tal segurança inadequada dos réus Sony, por hackers de computadores, provocando o compromisso da privacidade das informação confidenciais dos cerca de 77 milhões de consumidores titulares de contas com cartão de crédito".

    A acusação vai mais longe, atribuindo à Sony toda a culpa, por ser negligente em manter a segurança da informação. Também acusa a Sony de ter estado ciente dos riscos de a informação ter sido comprometida e não ter avisado os consumidores. Algo que a própria Sony já explicou, de não saberem dos riscos associados no momento em que desligaram os serviços. Isto na semana passada.

    Kristopher Johns espera que esta ação judicial seja aceite como uma ação coletiva, e que ele e os seus advogados representem todos os utilizadores da PlayStation Network.

    Como não seria de outra forma, também é pedido que sejam indemnizados todos aqueles que tenham sido prejudicados com esta fuga de informações, bem como de honorários dos advogados e custas judiciais.

    É exigido também que a Sony devolva a todos os utilizadores da PlayStation Network e serviços que não estejam a funcionar. Lembramos claro de subscrições de jogos online, bem como do PlayStation Plus.

    Fonte: http://www.eurogamer.pt
    Créditos: Witor
    Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking


      Data/hora atual: 25/9/2017, 21:04