Games 4Evil! - Tudo sobre games

Novidades, análises, prévias e mais sobre jogos


    [SONY | MICROSOFT] Konami e a essência Silent Hill: Downpour

    Compartilhe
    avatar
    Witor


    <b></b> :
    Online
    Offline

    <b>Data de inscrição</b> Data de inscrição : 05/08/2010
    <b>Mensagens</b> Mensagens : 2725
    <b>Pontos</b> Pontos : 4959
    <b>Avaliações Positivas</b> Avaliações Positivas : 165
    04052011

    [SONY | MICROSOFT] Konami e a essência Silent Hill: Downpour

    Mensagem por Witor


    Devin Shatsky, produtor de Silent Hill, em entrevista com o VG247, falou sobre o futuro projeto e o passado da série Silent Hill.

    Muitos são os fãs que pensam que o facto da Konami não ter desenvolvido os últimos jogos, mais propriamente a Team Silent, pode ter lesado a série em termos qualitativos. No entanto tal como disse o produtor, a Team Silent nunca foi um estúdio em sim, pois poucas foram as pessoas que se mantiveram a trabalhar nos jogos lançados até ao momento. De facto apenas Akira Yamaoka participou nos quatro primeiros Silent Hill.

    Para além disso ele sublinhou que embora Silent Hill: Downpour esteja agora a cargo da Vatra Games, o jogo foi desenhado e planificado como se estivesse a ser feito por um estúdio interno da Konami, pois a companhia está bastante consciente de tudo aquilo que eles fazem.

    Por outro lado ele reconheceu que com Silent Hill: Shattered Memories foram introduzidos inimigos que não se podiam matar para que o jogador tivesse que correr e a sensação de medo aumentasse, algo que agradou a alguns e desgostou outros, como tal Silent Hill: Downpour vai ter um pouco mais de combates.

    Shatsky reconheceu que uma das grandes perdas de Silent Hill: Downpour foi a saída do compositor Akira Yamaoka, que foi substituído por Daniel Licht, compositor reconhecido pelo seu trabalho em séries de televisão. Depois de vê-lo trabalhar, a Konami ficou bastante satisfeita, pois dizem que encaixa na perfeição com o que se espera do jogo.

    Outro dos produtores do jogo, Tom Hullet, contou que Downpour vai-se focar muito na atmosfera e na imersão, sem que haja combates a cada 20 segundos. Para ele, em Silent Hill não haverá constantes combates contra zombies, mas sim caminhadas por cenários terroríficos com a angústia de não se saber o que espera em cada esquina. A equipa tomou como modelo Silent Hill 2 no que se refere aos elementos de terror.

    Uma vez mais insistiram que o que importa em Downpour é a sua história única, uma vez que o desenvolvimento da histórias dos Silent Hill giraram sempre em torno da cidade em si e não sobre o culto de Alessa.

    Por fim, os produtores falaram sobre o rumo que o género de terror nos videojogos tem vindo a tomar, que agora parece muito mais focado na ação, mencionando exemplos como a série Resident Evil e Dead Space.

    No entanto eles acreditam que Silent Hill: Downpour vai pelo caminho da exploração psicológica e a atmosfera para criar tensão. Também refutam a ideia de incorporar qualquer tipo de modo cooperativo ou multijogador, uma vez que se concentraram em oferecer uma experiência de jogo imersiva para singleplayer.

    Ainda assim acreditam que fazer um jogo de terror em cooperativo é uma ideia interessante, embora para isso teriam que planeá-lo desde o início e tê-lo presente durante todo o processo de desenvolvimento do jogo.

    Silent Hill: Downpour vai ser lançado no próximo Outono no PlayStation 3 e Xbox 360.

    Fonte: http://www.eurogamer.pt/


    Última edição por Witor em 9/5/2011, 10:21, editado 1 vez(es)





    Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking


      Data/hora atual: 25/9/2017, 01:33